fbpx
Escrita grega na Grécia Arcaica

Escrita grega na Grécia Arcaica

Sabemos que a escrita era um fator fundamental durante o império cretense e posteriormente para o império micênico. Essas duas civilizações se estruturavam em torno de um palácio onde o poder emanava a partir de uma estrutura burocrática e militar. No caso dos Cretenses havia um robusto corpo de funcionários a partir do qual se controlava todos os recursos que eram distribuídos para alimentar o aparelho militar que dele dependia, a indústria, o comércio marítimo e a população produtora, isso tanto da ilha quanto nas possíveis colônias. O poder era extremamente centralizado e assim se mantinha a paz entre os senhores, pois todos estavam fortemente submetidos ao aparelho que girava em torno do rei e seu corpo burocrático. No império micênico o palácio será também fundamental. O rei divino, o Anax, se cerca de um corpo burocrático militar ligado a ele por lealdade e por sangue, ao mesmo tempo que há uma dependência dessa classe com relação aos recursos, muitos dos membros dessa classe também são responsáveis pelo funcionamento da maquinaria burocrática do estado de modo que a autonomia dos homens de guerra era bem maior. Em ambos os casos, o Estado dependia da fiscalização, quantificação e registro dos recursos produzidos e de sua distribuição, e isso se dava a partir da escrita que era basicamente restrita aos membros da classe burocrática, e possivelmente às lideranças militares. Por isso a língua escrita vai sobreviver enquanto sobreviver a Estrutura burocrática. Os registros de Escrita que temos desses períodos são placas com anotações de funcionários, primeiros de palácios cretenses e depois dos aqueus. Os micênicos, também chamados aqueus, vão ser herdeiros dos cretenses no tipo de escrita utilizada, mas vão se apropriar dela adequando-a ao seu novo modo de estruturar o Estado e acima de tudo a sua própria língua falada e cultura. Com a queda dos Estados micênicos durante a invasão dórica, a língua escrita também cai em desuso e o modo de escrita que antes foi usada pelos aqueus e cretenses é praticamente esquecida.

            Depois que os dórios se estabelecem a formam seus novos Estados aristocráticos com sua nova maneira de organizar o poder, o povo grego passará for diversas mudanças. Novas instituições e formas de fazer política vão surgir a partir dessas novas estruturas. O Comércio vai ser restabelecido em especial pelas necessidades das novas colônias e do contato com povos como os sírios, um novo alfabeto vai se originar na Grécia, surgindo uma nova língua escrita. Essa por sua vez vai alimentar os processos de mudanças institucionais e administrativas e também a criação de novas maneiras de comunicação e arte. Essa escrita vai permitir, por exemplo, que mitos que eram cantados desde o tempo dos aqueus e que sobreviveram a própria morte do mundo antigo, agora pudessem ser reescritos, como é o caso dos poemas homéricos. Essa nova forma de escrita vai ter diversas características importantes de serem destacadas para que possamos entender o próprio modo de pensar grego, o que faremos em outra ocasião.

Este post tem um comentário

Deixe uma resposta

×

Carrinho

Close Panel
Buy for R$600.00 more and get free shipping